Publicidade
Questões de concurso sobre gestão escolar com gabarito, gestão democratica e provas anteriores. Conhecimentos específicos de pedagogia para concurso público. conhecimentos pedagógicos para concurso de professor, questões com gabaritos sugeridas para profissionais da educação e professores 

Questões de concurso sobre gestão escolar com gabarito


Questões de concurso sobre gestão escolar com gabarito



Questões objetivas


1. (UFC/CE 2010) Pesquisas que investigam a contribuição dos fatores intra e extraescolares para o bom desempenho dos alunos cada vez mais têm atribuído papel relevante ao gestor escolar cuja função está associada à liderança. Assim, são ações importantes que devem ser realizadas pelo gestor da escola:
A) delegar a professores a tarefa de repensar as práticas escolares e utilizar os resultados das avaliações.
B) concentrar-se nas ações administrativas e financeiras da escola para lhes imprimir mais eficácia e eficiência.
C) criar ambiente adequado à definição das rotinas de trabalho e interação da equipe e comunidade escolar.
D) agir de forma decisiva na definição dos conteúdos das diversas disciplinas e na consolidação da grade curricular.
E) colocar-se à frente da equipe escolar e tomar decisões com a urgência devida para resolver desafios do processo educativo.

2. (UFC/CE 2010)A reforma educacional da década de 1990 pode ser pensada tendo como referência três pilares: a Avaliação Educacional em larga escala, o Financiamento e a Descentralização. Sobre a reforma educacional empreendida pelo governo federal durante os anos 90 no Brasil, constata-se que:
A) a descentralização administrativa e política ocorreu, principalmente, pela via da municipalização do ensino e ampliação da autonomia escolar.
B) a gestão democrática da educação foi implementada por meio da eleição de diretores pelas comunidades escolares em todo o território nacional e confirmação do eleito pelos colegiados escolares.
C) a irregularidade na oferta de programas de capacitação dos profissionais que atuam nas diferentes instâncias do sistema educativo foi uma das principais deficiências apresentadas pela reforma.
D) as iniciativas de avaliação em larga escala ficaram restritas ao sistema de ensino federal, principalmente, pela resistência e crítica que sofreu nesse período, demorando muito para se firmar como um campo de pesquisa.
E) as políticas de financiamento da educação foram efetivadas por meio da criação do FUNDEF, que garantiu investimentos para toda a Educação Básica.
3. (UFC/CE 2010)Na atualidade, a questão da identidade e da diferença tem se constituído como o cerne das discussões na teoria social e na prática política. Na teoria educacional, elas resultam da necessidade de se discutir suas implicações pedagógico-curriculares e políticas.
Em relação à produção social da identidade e da diferença, são feitas as seguintes afirmativas.
I. Identidade e diferença envolvem relações de poder.
II. Identidade e diferença são conceitos relacionais e interdependentes.
III. Identidade e diferença são o resultado de construções discursivas socioculturais.
IV. Identidade e diferença são produções fixas e imutáveis.
Estão corretas as afirmativas:
A) I, II e III, apenas.
B) I, II, e IV, apenas.
C) I, III e IV, apenas.
D) II, III e IV, apenas.
E) I, II, III e IV.

4. (UFC/CE 2010)A década de 1980, no Brasil, foi um período de intensificação de um processo de descentralização das políticas públicas. Se antes disso a formulação e implementação das políticas públicas se davam de acordo com um certo padrão de funcionamento do Estado, as novas atribuições transferidas aos entes federados criaram novas possibilidades de relacionamento entre eles. Considerando-se esse processo, constata-se que a valorização das instâncias políticas locais tende a:
A) promover conflitos entre os desejos do grupo político regional e a sociedade civil.
B) aproximar a sociedade civil e o Estado na definição de políticas públicas.
C) aumentar a racionalização do gasto público pelo aporte de recursos locais.
D) favorecer um tipo de autoritarismo marcado pela regionalização.
E) fortalecer a União na definição do uso dos recursos públicos.

5. (UFC/CE 2010)Sobre a relação entre os gestores escolares, a comunidade escolar e a própria escola e as políticas públicas são feitas as seguintes afirmativas. Classifique-as como verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) Cabe ao gestor escolar a interpretação dos textos das políticas, o debate com sua comunidade e a implementação em sua escola.
( ) Cabe ao gestor escolar a reprodução das orientações dos órgãos central e estaduais da educação em sua escola.
( ) Cabe ao gestor mobilizar a comunidade escolar para a elaboração de um projeto pedagógico sintonizado com as políticas educacionais.
( ) Cabe ao gestor escolar liderar o debate sobre as políticas educacionais, em sua escola, valendo-se do princípio da autonomia.
A sequência correta dessa classificação, de cima para baixo, é:
A) V, F, V, F.
B) F, V, V, V.
C) F, V, F, F.
D) V, F, V, V.
E) V, F, F, V.
6. (UFC/CE 2010)A construção da cidadania, o direito à educação e o contexto social no Brasil estão relacionados em vários momentos da nossa história. Considerando esta informação, classifique as afirmativas, a seguir, como verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) A legislação educacional no Brasil tem seu início com a Constituição Imperial de 1824, que continha um artigo sobre a educação escolar primária gratuita para os considerados cidadãos.
( ) A Constituição Federal de 1969, em relação às demais, trouxe garantias efetivas para o direito à educação que repercutem fortemente no modelo educacional instituído a partir da década de 1980.
( ) A vinculação constitucional de recursos para a educação, garantida na Constituição Federal de 1988, foi uma das garantias legais instituídas a partir do movimento de democratização da educação.
( ) A ação dos movimentos sociais, embora constitua importante mecanismo de força para a soberania popular, produziu recuos significativos na legislação educacional que sucedeu o governo militar.
A sequência correta dessa classificação, de cima para baixo, é:
A) V, V, F, F.
B) F, V, F, V.
C) V, F, V, V.
D) F, V, V, F.
E) V, F, V, F.


7. (UFC/CE 2010)Leia o texto abaixo.
Liderança, com certeza, não se refere somente à qualidade dos líderes individuais, apesar disso ser importante. Refere-se também ao papel que os líderes desempenham, seus estilos administrativos, à relação deles com a visão, valores e objetivos da escola e às suas abordagens em relação a mudanças.
SOARES, F & BROOKE, N. Pesquisa em eficácia escolar. Belo Horizonte: UFMG, 2008, p. 352.
Esse texto mostra que a liderança escolar é:
A) dependente dos objetivos gerais e dos anseios dos sujeitos, das mudanças amplas na sociedade e das necessidades reais da escola.
B) resultante da confluência entre as características do líder, das contingências do contexto escolar e do projeto coletivo da escola.
C) dissonante do planejamento pedagógico, do trabalho docente e da organização do tempo e espaço existentes na escola.
D) discrepante em relação ao que se espera de desenvolvimento pedagógico e o que se observa de empenho dos sujeitos.
E) reagente às situações do cotidiano escolar, às esferas administrativas e às expectativas de desempenho dos atores educacionais.
8. (UFC/CE 2010)No Brasil, os diretores das escolas públicas possuem poder limitado de ação explícita de recompensas ou punições, uma vez que todos os profissionais da educação da rede pública estão submetidos a normas legislativas que dispõem sobre remuneração, estabilidade profissional e promoção funcional.
Diante disso, a respeito da ação do diretor escolar é correto afirmar que:
A) ao estruturar planos de ascensão funcional, com base no mérito pessoal demonstrado pelos docentes no desempenho das atividades, o diretor reforça as bases de uma cultura de eficácia e sucesso escolar.
B) ao estabelecer metas de desempenho para a equipe pedagógica as quais contemplem ações de melhoria do processo de ensino e de aprendizagem, o diretor está ferindo a legislação do serviço público.
C) ao estabelecer como critério de enturmação dos alunos o desempenho alcançado por estes nas avaliações externas, o diretor fortalece a noção de democracia, participação e cidadania na escola.
D) ao criar programas de bonificações para os docentes, a partir do cumprimento das metas estabelecidas para a escola, o diretor cumpre uma prerrogativa do serviço público em manter a equipe motivada.
E) ao elogiar, incentivar e dar feedbacks positivos à equipe escolar, o diretor está exercendo seu poder de recompensa por meio de ações sociais, independente das limitações legais inerentes ao serviço público.

9 - (Campo Largo 2011) A gestão democrática é um princípio constitucional da educação brasileira. Para além da definição legal dessa concepção de gestão, a democracia se constitui em base da educação. Com relação a isso, identifique as razões a
seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):
( ) ... porque a base da democracia está no diálogo e na alteridade, e esses elementos são determinantes para a formação do cidadão.
( ) ... porque a nossa sociedade, no estado moderno de direito, está solidificada no direito do povo de escolher seus representantes e, assim, dominar a democracia é fundamental para o convívio nessa sociedade.
( ) ... porque a escola é um espaço de comunicação e interação no qual os conflitos sociais se refletem, de modo que a democracia pode contribuir para lidarmos melhor com esses conflitos.
( ) ... porque a democracia potencializa maior desempenho educacional, uma vez que o aumento do espaço para participação garante aumento da pressão por melhores resultados estudantis.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
a) V – F – V – F.
b) F – V – F – V.
c) V – F – V – V.
d) F – V – V – F.
e) V – V – F – V. 

10 - (SEED/PR 2007) A gestão democrática da escola passa, entre outras questões, pelo fortalecimento e pela consolidação de mecanismos de participação da comunidade escolar. Esses mecanismos preveem:
a) o respeito a todas as decisões individuais.
b) o autoritarismo nos processos de decisão.
c) o incentivo à eleição de diretores, conselhos escolares, grêmios estudantis e democratização dos processos de decisão.
d) a centralização das ações.
e) a separação rígida entre as dimensões administrativas e pedagógicas da escola.

11 - (Araucária 2017) A gestão democrática é entendida como a participação efetiva dos vários segmentos da comunidade escolar, pais, professores, estudantes e funcionários na organização, na construção e na avaliação dos projetos pedagógicos, na administração dos recursos da escola, enfim, nos processos decisórios da escola. (BRASIL, MEC. Escola de Gestores – Curso de Especialização em Gestão Escolar. Sala Ambiente Políticas e Gestão da Educação. Disponível em
<http://escoladegestores.mec.gov.br/site/4-sala_politica_gestao_escolar/pdf/texto2_1.pdf>)

Todavia, não temos nacionalmente uma regulamentação acerca dos critérios e funcionamento da gestão democrática, afora alguns poucos dispositivos demandados a todas as escolas públicas brasileiras. A respeito do assunto, considere os seguintes itens:
1. Eleições diretas para diretor de escola.
2. Participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola.
3. Participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.
4. Constituição de grêmios estudantis em escolas públicas de Ensino Fundamental e Médio.
São dispositivos demandados a todas as escolas públicas brasileiras:
a) 1 e 2 apenas.
b) 2 e 3 apenas.
c) 2, 3 e 4 apenas.
d) 1 e 4 somente.
e) 1, 2, 3 e 4.

Leia também: Questões de Legislação Educacional Lei 9.394/96 - LDB


12 - A gestão democrática está diretamente relacionada ao conceito de democracia e participação. Levando em consideração a afirmativa, é correto afirmar:
a) A instituição de conselhos de escola, eleições para dirigentes escolares ou outros mecanismos tidos como de gestão democrática que atuam a partir da regra da maioria representam a essência da democracia.
b) O poder deve estar ausente das relações, para que a democracia e, por conseguinte, a gestão democrática se efetivem, visto que se pautam na representatividade.
c) A ampliação da democracia permitiu a superação da burocracia, o que consolidou o avanço da organização do poder na sociedade a partir da base social.
d) Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão democrática do ensino público na Educação Básica, de acordo com as suas peculiaridades e conforme princípios delimitados pela LDB 9.394/96.
e) A democracia estética implica pensar as possibilidades reais de efetivação de práticas de participação e diálogo para a tomada de decisões.


13. (Florianópolis 2014) A gestão do projeto pedagógico é tarefa coletiva do corpo docente, liderada pelo gestor responsável, e se volta para a obtenção de um outro princípio 
constitucional da educação nacional que é a garantia do padrão de qualidade. A gestão democrática como princípio da educação nacional, presença obrigatória
em instituições escolares públicas, é a forma dialogal, participativa com que a comunidade educacional se capacita para levar a termo um projeto pedagógico de qualidade e da qual nasçam “cidadãos ativos” participantes da sociedade como profissionais compromissados (CURY, 2007).
Em relação à gestão democrática, é correto afirmar:
a. ( ) A eleição direta de gestores competentes e bem formados garante a efetivação de uma gestão democrática nas escolas uma vez que qualifica e sistematiza processos administrativos fundamentais para a sobrevivência da
escola como instituição.
b. ( ) A obtenção de progressivos graus de autonomia pedagógica, administrativa e financeira evidencia uma gestão democrática da educação.
c. ( ) Na gestão democrática é fundamental que não existam líderes. A oferta da educação como um bem público e a centralização da gestão nas relações sociais é exercida pelos Conselhos Colegiados (Conselhos de Pais e Mestres, Conselho do FUNDEB, Conselhos de Classe,etc).
d. ( ) A gestão democrática se afirma com a participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola e com a participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.
e. ( ) Gestão é um termo que provém do latim e significa: levar sobre si, carregar, chamar a si, executar, exercer, gerar. Trata-se, portanto, da competência do gestor/diretor em incumbir-se de coordenar os processos inerentes ao espaço escolar.



Gabarito das questões de concurso sobre gestão escolar


1   2   3  4  5  6  7  8  9 10 11 12  13

C    A   A   B   D   E   B    E  A   C    A   D     D


Aproveite esta série de Questões de concurso sobre gestão escolar e bons estudos

Por blog caderno de educação

.
Compartilhe em suas Redes Sociais!



Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo educacional e proporcionar a troca de material didático e experiência entre profissionais da área de educação e, também, disponibilizar material educativo para estudantes, candidatos a concursos públicos, vestibular e ENEM das mais diversas áreas do conhecimento como literatura, história, gramática, geografia, biologia, matemática, física, informática, pedagogia e outras, além de notícias.

Publicidade
Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top