55 Exercícios de Literatura Brasileira, com Gabarito.

Atividades e Exercícios de Literatura Brasileira. Questionários, exercícios e perguntas objetivas com gabarito e respostas sobre Literatura do Brasil, características de cada período, principais autores e obras, estilos e linguagens. Sugerido para  alunos do ensino fundamental e médio, vestibular e ENEM.
  • Exercícios de literatura sobre Romantismo
  • Exercícios de Literatura sobre Mario Quintana 
  • Exercícios sobre o Futurismo.
  • Exercícios sobre o Simbolismo.
  • Exercícios de movimentos e períodos literários.
  • Exercícios sobre o Barroco.

Atividades e Exercícios de Literatura Brasileira.

Atividades e exercícios de literatura brasileira


1. Exercícios de literatura sobre Romantismo


1. De acordo com o tema principal, na literatura brasileira, os romances podem ser classificados como:

a) indianistas, 
b) urbanos ou históricos e 
c) regionalistas.
xd) escravagistas

2. Considerando o Romantismo no Brasil, no romance indianista, NÃO se pode afirmar que:
a) o índio era o foco da literatura, pois era considerado uma autêntica expressão da nacionalidade
b) o índio era um símbolo da pureza e da inocência, representava o homem não corrompido pela sociedade,
c)  o indianismo expressava os costumes e a linguagem indígenas, cujo retrato fez de certos romances excelentes documentos históricos.
xd)  o escritor no romantismo indianista procurava diferencias os índios dos heróis medievais, fortes e éticos.


3. Com relação ao Romantismo no Brasil, analise os itens:
I. Os romances urbanos tratam da vida na capital e relatam as particularidades da vida cotidiana da burguesia, cujos membros se identificavam com os personagens. 
II. Os romances faziam sempre uma crítica à sociedade através de situações corriqueiras, como o casamento por interesse ou a ascensão social a qualquer preço.

Está(ão) correto(s)
a) Apenas I
b) Apenas II
xc) I e II
d) nenhum

Exercícios de Literatura sobre Mario Quintana 


4. (SEED/PR 2007) O texto a seguir é referência para as questões abaixo.

De como não ler um poema

Há tempos me perguntaram umas menininhas, numa dessas pesquisas, quantos diminutivos eu empregara no meu livro A Rua dos Cataventos. Espantadíssimo, disse-lhes que não sabia. Nem tentaria saber, porque poderiam escapar-me alguns na contagem. Que estas estatísticas, aliás, só poderiam ser feitas eficientemente com o auxílio de robôs. Não sei se as menininhas
sabiam ao certo o que era um robô. Mas a professora delas, que mandara fazer as perguntas, devia ser um deles.
E mal sabia eu, então, que estava dando um testemunho sobre o estruturalismo – o qual só depois vim a conhecer pelos seus produtos em jornais e revistas. Mas continuo achando que um poema (um verdadeiro poema, quero dizer), sendo algo dramaticamente emocional, não deveria ser entregue à consideração de robôs, que, como todos sabem, são inumanos.
Um robô, quando muito, poderá fazer uma meticulosa autópsia – caso fosse possível autopsiar uma coisa tão viva como é a poesia.
Em todo caso, os estruturalistas não deixam de ter o seu quê de humano...
Nas suas pacientes, afanosas, exaustivas furungações, são exatamente como certas crianças que acabam estripando um boneco para ver onde está a musiquinha.

(Mário Quintana)


A crônica de Mário Quintana tem como referencial as salas de aula e, mais especificamente, as aulas de Língua
Portuguesa. A crítica que ele faz é:
a) às menininhas que lhe fizeram a pergunta.
b) à corrente estruturalista, que ele já combatia mesmo antes do episódio descrito.
*c) aos que fazem a abordagem meramente estruturalista da literatura.
d) ao produto do estruturalismo presente em jornais e revistas.
e) aos robôs, que só são capazes de fazer meticulosas autópsias.


Publicidade

5. A partir da leitura do texto de Mário Quintana, considere as seguintes afirmativas sobre o gênero crônica:

  • 1. Caracteriza-se por textos curtos e narração em primeira pessoa.
  • 2. Caracteriza-se por considerações de caráter geral, a partir de situações específicas, e pelo texto mais curto.
  • 3. Traz sempre o discurso direto para marcar os personagens/sujeitos do diálogo.
  • 4. Elaborado em determinada esfera de atividade discursiva, dá espaço para o cotidiano.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa 1 está correta.
*b) Somente as afirmativas 2 e 4 estão corretas.
c) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.
d) apenas as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
e) apenas as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

6. A ironia presente na crônica de Quintana objetiva-se na:
a) presença das menininhas que fizeram a pergunta sobre os diminutivos.
b) comparação entre os professores e os robôs.
c) suposta ignorância das menininhas sobre o que seja um robô.
*d) comparação entre a criança que estripa seu boneco e o professor estruturalista.
e) sua própria ignorância sobre o estruturalismo.

7. Com relação ao texto de Mário Quintana, considere as seguintes ocorrências:

  • 1. O uso repetido do diminutivo menininha no primeiro parágrafo e o termo musiquinha no último.
  • 2. A seqüência substantivo–verbo (autópsia–autopsiar), para referir-se às atividades dos robôs.
  • 3. Os três adjetivos no último parágrafo e a escolha lexical para definir a atividade dos estruturalistas.
  • 4. A seqüência de conjunções integrantes (que) no segundo parágrafo.

Constituem estratégias para obtenção de efeitos sensoriais:
a) 1, 2 e 3.
b) 3 e 4.
c) 2, 3 e 4.
d) 2 e 4.
*e) 1 e 3.


8.  (Serrita PE 2015) Leia o texto

“ Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
Enfim,
Tem de ser bem devagarinho, Amada,
Que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...”


Mário Quintana

Baseado no texto acima, marque a opção CORRETA:
a) A palavra TU é um pronome pessoal oblíquo.
xb) O Eu lírico trata a mulher amada na 2ª pessoa do singular.
c) “Devagarinho” é um substantivo abstrato.
d) Não consta no texto acima palavras cuja função sejam advérbios.



Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam voo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

Mário Quintana

9. (Pentecoste2014/Consulpam) A depreensão do sentido do poema de Mário Quintana neste texto ocorre da correta decodificação da figura de linguagem que permeia o discurso poético do enunciado, que pode ser melhor explicitada como:
xa) metáfora, delineado também no texto em tela como uma comparação implícita de dois termos, entre os quais é possível estabelecer uma relação de semelhança.
b) alegoria, representada aqui no exagero intencional da carga poética pela assonância
das consoantes finais, a fim de surpreender o leitor.
c) metáfora, que consiste na substituição de termo mimético pela falta de outro, mais apropriado à situação.
d) metonímia, definido aqui como a utilização intercambiável de uma palavra por outra, tendo em vista uma relação de correlação explícita entre elas.

10. O enunciado que melhor representa e alicerça a chave interpretativa do texto de Mário Quintana é:
a) O caráter hermético dos textos poéticos corrobora com a dificuldade de compreensão de suas alegorias
xb) Os poemas dependem da sensibilidade e do repertório cultural dos leitores
para que a função catártica da leitura se realize de forma plena
c) Os poemas podem ser comparados os pássaros, que são livres e nunca ficam presos em lugar algum.
d) Os poemas aguçam a sensibilidade dos leitores, porque se constituem como o


Exercícios de Literatura sobre o Futurismo, com respostas.

1) Na literatura brasileira o que marca o início do futurismo?


  • Movimento artístico e literário iniciado oficialmente em 1909 com a publicação do Manifesto Futurista do poeta italiano Filippo Marinetti (1876-1944) no jornal francês Le Figaro.

2) Quais são as características do texto futurista na literatura brasileira?

  • O texto rejeita o moralismo e o passado, exalta a violência e propõe um novo tipo de beleza, baseada na velocidade, encara a guerra como forma de “higienizar” o mundo.

3) Cite algumas obras do futurismo:


  • Manifestos entre 1909 a 1916 – poucas obras.

4) Em quais regiões este movimento se destacou?


  • O movimento tem grande repercussão, principalmente na França e na Itália, onde muitos artistas se identificam com o fascismo nascente.

5) Qual é a influência do futurismo no Brasil?



  • No Brasil, o futurismo aparece no início do modernismo, que dominou as artes a partir da Semana de Arte Moderna de 1922. Os modernistas usam algumas das técnicas e discutem as idéias do futurismo, mas rejeitam o rótulo, identificado como fascista.

4. Exercícios de literatura sobre o Simbolismo no Brasil.


1)  Embora haja discussões sobre o tema o que marca o início do SIMBOLISMO na literatura brasileira?

  • "Missal" (prosa) e "Broquéis" (poesia), de Cruz e Sousa até 1922, quando se realizou a Semana de Arte Moderna.

2) Cite dois expoentes do SIMBOLISMO.

  •  Cruz e Sousa e Alphonsus de Guimarães.

3) Como ficou conhecido o escritor Cruz e Sousa?

  • "cisne negro" ou "Dante negro".

4) Qual foi a obra de Cruz e Souza que caracteriza o SIMBOLISMO?

  • Broquéis

5) Quais foram as características das obras de Alphonsus de Guimarães?

  •  Misticismo, amor e morte. 
--------------------------------------------

5. Exercícios de movimentos e períodos literários, com respostas.


1) Informe o período do Quinhentismo no Brasil e suas principais características.


  • Século XVI - Representa a fase inicial da literatura brasileira e ocorreu no começo da colonização caracterizando a Literatura Jesuíta ou de Catequese.

2) Cite um autor quinhentista da literatura brasileira.

  • Padre José de Anchieta com seus poemas, autos, sermões cartas e hinos.

3) Caracterize o período Barroco

  • Marcada pelas oposições e pelos conflitos espirituais. Esse contexto histórico acabou influenciando na produção literária, gerando o fenômeno do barroco destacando-se a angústia e pela oposição entre o mundo material e o espiritual.


4) Como eram as obras no período Barroco?

  • Metáforas, antíteses e hipérboles são as figuras de linguagem mais usadas neste período.

5) Disserte sobre o Neoclassicismo ou Arcadismo


  • O século XVIII é marcado pela ascensão da burguesia e de seus valores. Esse fato influenciou na produção da obras desta época. Enquanto as preocupações e conflitos do barroco são deixados de lado, entra em cena o objetivismo e a razão. A linguagem complexa é trocada por uma linguagem mais fácil. Os ideais de vida no campo são retomados ( fugere urbem = fuga das cidades ) e a vida bucólica passa a ser valorizada, assim como a idealização da natureza e da mulher amada. As principais obras desta época são: Obra Poética de Cláudio Manoel da Costa, O Uraguai de Basílio da Gama, Cartas Chilenas e Marília de Dirceu de Tomás Antonio Gonzaga, Caramuru de Frei José de Santa Rita Durão.

6) Relacione os principais autores e obras do Romantismo no Brasil


  • O Guarani de José de Alencar, Suspiros Poéticos e Saudades de Gonçalves de Magalhães, Espumas Flutuantes de Castro Alves, Primeiros Cantos de Gonçalves Dias. Outros importantes escritores e poetas do período: Casimiro de Abreu, Álvares de Azevedo, Junqueira Freire e Teixeira e Souza.

7) Quais são as principais características das obras no Realismo - Naturalismo


  • Como características desta fase, podemos citar : objetivismo, linguagem popular, trama psicológica, valorização de personagens inspirados na realidade, uso de cenas cotidianas, crítica social, visão irônica da realidade.


Leia também Diferenças entre Soneto, Poesia e Fábula

8) Quais eram os objetivos dos autores no Parnasianismo?


  • Os autores parnasianos usavam uma linguagem rebuscada, vocabulário culto, temas mitológicos e descrições detalhadas. Diziam que faziam a arte pela arte. Graças a esta postura foram chamados de criadores de uma literatura alienada, pois não retratavam os problemas sociais que ocorriam naquela época. Os principais autores parnasianos são: Olavo Bilac, Raimundo Correa, Alberto de Oliveira e Vicente de Carvalho.

9) O Pré-Modernismo ocorre aproximadamente entre 1902 até 1922 quais foram os principais autores?


  • Os principais autores deste período são: Euclides da Cunha (autor de Os Sertões), Monteiro Lobato, Lima Barreto, autor de Triste Fim de Policarpo Quaresma e Augusto dos Anjos.

10) Caracterize o Modernismo.


  • Este período começa com a Semana de Arte Moderna de 1922. As principais características da literatura modernista são : nacionalismo, temas do cotidiano (urbanos) , linguagem com humor, liberdade no uso de palavras e textos diretos. Principais escritores modernistas : Mario de Andrade, Oswald de Andrade, Cassiano Ricardo, Alcântara Machado e Manuel Bandeira. 

Questões objetivas sobre movimentos literários

1) (Pref.Mun.CascalhoRico Prf.Literatura) O Realismo e o Naturalismo, estilos de época contemporâneos na literatura brasileira, têm características que os aproximam e características que os distinguem. Das opções abaixo, há uma que não é verdadeira. Isso ocorre em:
a) Os autores realistas e naturalistas preferem retratar, em suas obras, a vida contemporânea, a sua época, a retratar o passado;
Xb) O Naturalismo considera o homem uma máquina guiada pela ação das leis químicas e físicas e pela hereditariedade;
c) Enquanto o Realismo tende para uma visão biológica do homem, o Naturalismo tem uma acentuada tendência e preferência por temas da
patologia social;
d) Os personagens, tanto das obras realistas, quanto das obras naturalistas, são tipos concretos, vivos, frutos da observação.

2) São características do Modernismo:

  • I – Libertação da estética
  • II – Quebra com o Tradicionalismo
  • III – Linguagem com humor
  • IV - Valorização do cotidiano
Marque a alternativa correta:
a) Apenas as afirmativas, I, III e IV estão corretas;
b) Apenas as afirmativas, II, III e IV estão corretas;
c) Apenas as afirmativas, I, II e III estão corretas;
Xd) Todas as afirmativas estão corretas.

3) São características do Classicismo, exceto:
a) Racionalismo: a razão predomina sobre o sentimento, ou seja, a expressão dos sentimentos era controlada pela razão;
b) Universalismo: os assuntos pessoais ficaram de lado e as verdades universais (de preocupação universal) passaram a ser privilegiadas;
c) Perfeição formal: métrica, rima, correção gramatical, tudo isso passa a ser motivo de atenção e preocupação;
Xd) Nacionalismo, historicismo e medievalismo: Exaltação dos valores e os heróis nacionais, ambientando seu passado histórico, principalmente o período medieval. 

4.(IFRN2013) Analise as afirmativas a seguir em relação aos estilos de época na literatura brasileira.

  • I. A essência da temática barroca se encontra na grande antítese entre a vida e a morte. Essa característica explica a recorrência da comparação entre a duração do esplendor da mulher e a beleza efêmera da rosa, presente, por exemplo, no lirismo amoroso de Gregório de Matos.
  • II. O grande mérito dos poetas arcádicos, maiores e menores, foi o esforço de romper com a estética literária do ocidente europeu, o que se reflete na predileção por temas locais e técnicas mentais e artísticas inovadoras, dando à literatura brasileira oitocentista um alcance potencialmente universal.
  • III. O Romantismo imprimiu profundas transformações na poesia, no teatro e na ficção mas também na história e na crítica literária, que colaboraram ativamente com os esforços da criação poética, teatral e da prosa ficcional.
  • IV. A poesia simbolista tem em comum com o parnasianismo a forma precisa com que o artista descreve o mundo e os sentimentos, pois ambos os movimentos revigoraram o primado do objetivo na arte, ao passo que incorporam em si o lirismo de base idealista e o rigor formal.

Assinale a opção em que as afirmativas estão corretas.
A) I e IV
B) II e IV
C) II e III
XD) I e III


5) (Senador.Amaral -2015)A partir da década de 50, vários movimentos e grupos procuraram novos caminhos para a poesia brasileira em função das transformações (mudanças de ordem política, social, econômica e tecnológica) do mundo.


  • Concepção poética baseada na geometrização e na visualização da linguagem, que preconiza a substituição da estrutura tradicional do verso por expressões nominais relacionadas espacialmente. O grupo foi liderado por Augusto e Haroldo de Campos e Décio Pignatari’.


Marque a alternativa que caracteriza o texto acima:
Xa) Concretismo;
b) Neoconcretismo;
c) Tropicalismo;
d) Romantismo. 

6. (Castro/PR 2012) - Período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do séc. XVIII tem como características principais: amor platônico, temas religiosos, etc.:
a) Modernismo.
b) Dadaísmo.
Xc) Romantismo.
d) Classicismo. 

7. (IFRN/2015) Tendo em vista a periodização da Literatura Brasileira, assinale a opção correta.

XA) O Barroco assume uma posição defensiva, organicamente presa à Contrarreforma e oposta às experiências renascentistas. Ao se distanciar desse saber clássico, a imaginação estética do artista barroco compõe a obra em função de analogias sensoriais em que as semelhanças envolvem os contrastes.
B) O Romantismo consegue ultrapassar os riscos da mera adoção dos modelos europeus e ratifica a afirmação da nacionalidade brasileira, por meio da valorização do elemento indígena. No entanto, no que diz respeito à linguagem, fica preso aos ditames dos escritores lusitanos.
C) O Simbolismo reage às correntes científicas da segunda metade do século XIX. Nisso, assemelha-se ao movimento realista, uma vez que exprime oposição às soluções racionalistas e mecânicas, que vigoravam nas concepções estéticas da época e reduziam a arte à técnica de reproduzir o objeto de forma empírica.
D) O Modernismo adota uma dimensão primitivista e ganha conteúdo peculiar ao valorizar as características históricas e naturais do Brasil. No entanto, apresenta poucas conquistas reais com relação à autonomia formal.

Leia também Romantismo na Europa Ocidental.


8. (IFRN/2015) Considere a coletânea de excertos abaixo, cujas referências foram intencionalmente omitidas.

[...] à mercê de um doce resfolegar, os desejos se agitavam entre seus seios; seu pezinho bem à mostra, suas tranças dobradas ao colo, seus lábios entreabertos e como por costume amoldados àquele sorrir cheio de malícia e de encanto que já lhe conhecemos e, finalmente, suas pálpebras cerradas e coroadas por bastos e negros supercílios, a tornavam mais feiticeira do que nunca.
------------
Em plena florescência de mocidade e saúde, a extraordinária mulher [...] encobria os músculos de aço sob as formas esbeltas e graciosas das morenas moças do sertão. Trazia a cabeça sempre velada por um manto de algodãozinho, cujas ourelas prendia aos alvos dentes, como se, por um requinte de casquilhice, cuidasse com meticuloso interesse de preservar o rosto dos raios do sol e da poeira corrosiva, a evolar em nuvens espessas do solo adusto, donde ao tênue borrifo de chuvas fecundantes, surgiam, por encanto, alfombras de relva virente e flores odorosas.
------------
O que mais atrai nela são os beiços, curtos, bastante largos, sempre encarnados. E inda bem que sabem rir: entremostram apenas os dentinhos dum amarelo sadio mas sem frescor. Olhos castanhos, pouco fundos. Se abrem grandes, muito claros, verdadeiramente sem expressão. Por isso duma calma quase religiosa, puros. Que cabelos mudáveis! Ora louros, ora sombrios, dum pardo em fogo interior. Ela tem esse jeito de os arranjar, que estão sempre pedindo arranjo outra vez.
-------------
Ela não era feia; amorenada, com os seus traços acanhados, o narizinho mal feito, mas galante, não muito baixa nem muito magra e a sua aparência de bondade passiva, de indolência de corpo, de ideia e de sentidos – era até um bom tipo das meninas a que os namorados chamam – “bonitinhas”. O seu traço de beleza dominante, porém, eram seus cabelos: uns bastos cabelos castanhos, com tons de ouro, sedosos até ao olhar.


Com relação aos estilos de época na literatura brasileira, os textos, respectivamente, pertencem ao
A) Realismo, Realismo-Naturalismo, Pré-Modernismo e Modernismo.
B) Romantismo, Romantismo, Pré-Modernismo e Modernismo.
C) Realismo-Naturalismo, Realismo, Modernismo e Pré-Modernismo.
XD) Romantismo, Realismo-Naturalismo, Modernismo e Pré-Modernismo.


9. Sobre o arcadismo analise os itens:
  • I. é uma escola literária que surgiu na Europa no século XVIII mais precisamente entre 1756 e 1825, também denominada de setecentismo ou neoclassicismo.
  • II. O nome "arcadismo" é uma referência à Arcádia, região campestre do Peloponeso, na Grécia antiga, tida como ideal de inspiração poética


Está(ão) Correto(s)

a) Apenas I
b) Apenas II
xc) I e II
d) Nenhum dos itens


10. (IFMT 2015) Analise as características literárias abaixo:

  • I. A poesia bucólica, pastoril; a simplicidade; a volta aos padrões clássicos da Antiguidade e do Renascimento; o fingimento poético e o uso de pseudônimos;
  • II. Poesia sobrecarregada de figuras de linguagem; conflito entre o terreno e o celestial, material e espiritual; detalhes formais rebuscados; linguagem rebuscada, culta, com retórica aprimorada;
  • III. Interpretação subjetiva da realidade; o indivíduo como o foco das atenções; os sentimentos e a imaginação determinando uma interpretação subjetiva da realidade;
  • IV. Preocupação com o presente, contemporâneo; determinismo; personalismo substituído pelo universalismo; objetivismo; 
  • V. O culto da forma; a rima perfeita, rara, rica; a estética da “arte pela arte”, ou da “arte sobre a arte”;objetividade temática. 


As escolas literárias são denominadas por suas características, respectivamente, na alternativa:
A) Realismo, Barroco, Romantismo, Parnasianismo, Arcadismo;
B) Arcadismo, Romantismo, Barroco, Realismo, Parnasianismo;
XC) Arcadismo, Barroco, Romantismo, Realismo, Parnasianismo;
D)Romantismo, Realismo, Parnasianismo, Arcadismo, Barroco.



Exercícios de Literaturas sobre diversos temas

1. (INESRJ2009) A visão mais determinante da vida do homem, que é observado na sua condição animal e analisado pela ótica da ciência, de forma objetiva e impessoal, é característica do
a) Parnasianismo.
b) Romantismo.
c) Realismo.
Xd) Naturalismo.
e) Simbolismo. 

2. Sobre o simbolismo no Brasil, não é correto afirmar:
a) Seus poetas buscavam transcender seus mestres para reconquistar o sentimento de totalidade que parecia perdido desde a crise do romantismo.
b) O Simbolismo e o Romantismo exprimem o desgosto das soluções racionalistas e mecânicas e nestas reconhecem o correlato da burguesia industrial em ascensão.
c) O Simbolismo surge para o uso de intelectuais, das religiões positivas; e a liturgia nele reaparece em analogias sensórias e espirituais.
xd) O indício da pobreza cultural e insensibilidade às angustias do próprio tempo são características simbolistas.

3. Sobre Carlos Drummond de Andrade é INCORRETO afirmar que:
a) foi um poeta e contista 
b) foi um cronista brasileiro,
c) foi um dos principais poetas da segunda geração do Modernismo brasileiro.
xd) foi um expoente romantista regionalista

4. Carlos Drummond de Andrade fundou
xa)  "A Revista", para divulgar o modernismo no Brasil.
b) "A Revista", para divulgar o romantismo no Brasil.
c) "A Hora da Verdade", para divulgar o comunismo no Brasil.
d) "A Hora da Verdade", para divulgar o modernismo no Brasil.

5. (SESC/Intelectus) O Barroco literário foi marcado por antíteses e paradoxos entre duas de suas linhas (Cultismo e Conceptismo), como rebuscamento, virtuosismo, ornamentação exagerada, jogo sutil de palavras e ideias, ousadia de metáforas e associações. O principal representante da linha conceptista ao escrever sermões é:
A) Pe. Manuel da Nóbrega.
B) Pero Vaz de Caminha.
XC) Pe. Antonio Vieira.
D) Pe. Anchieta.
E) Gregório de Matos. 


 Exercícios de Literatura Brasileira, com Gabarito.
by Pixabay

6. Exercícios de Literatura sobre o Barroco, com respostas.


1) Qual é o período considerado como introdução do Barroco no Brasil?
  • Introduzido no Brasil ( 1601-1768) pelos portugueses,

2) Cite algumas características do Barroco.
  • Caracteriza-se por expressar a solidão e o sentimento de agonia de um homem dividido entre a razão e a fé, através de elementos que priorizam o não-objetivo, o inconsciente, o não-palpável.

3) Quais são as figuras de linguagem mas marcantes do Barroco?
  • metáfora, a antítese, o paradoxo e a sinestesia.

4) Quais são os aspectos da linguagem barroca?
  • rebuscada e ambígua, de modo a representar a contradição e as tentativas de se conciliar duas vertentes tão diferentes e contraditórias como o teocentrismo (herança medieval) e o antropocentrismo (herança renascentista).

5) Quais são os principais autores literários no Brasil barroco?

  • Bento Teixeira, é tido como um dos seus marcos iniciais, atingindo o apogeu com o poeta Gregório de Matos e com o orador sacro Padre Antônio Vieira.

6) Relacione algumas formas de atuação do Barroco brasileiro.
  • arte sacra: estatuária, pintura e obra de talha para decoração de igrejas e conventos ou para culto privado.

7) Cite dois expoentes nas artes plásticas.
  • Aleijadinho e Mestre Ataíde.

8) Quais são os principais Centros históricos e culturais barrocos no Brasil?
  • Ouro Preto, Olinda e Salvador e conjuntos artísticos como o do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos receberam o estatuto de Patrimônio da Humanidade, pela chancela da Unesco.

9) Qual autor tinha sua obra do dividida em três tipos de trabalhos: Profecias, Cartas e Sermões?
  • Padre Antônio Vieira

10) Qual autor barroco possui poesias líricas, religiosas e satíricas.
  • Gregório de Matos



Por blog caderno de educação


.
Compartilhe em suas Redes Sociais!


Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo educacional e proporcionar a troca de material didático e experiência entre profissionais da área de educação e, também, disponibilizar material educativo para estudantes, candidatos a concursos públicos, vestibular e ENEM das mais diversas áreas do conhecimento como literatura, história, gramática, geografia, biologia, matemática, física, informática, pedagogia e outras, além de notícias.

Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

0 comentários:

Postar um comentário

.

 

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.