Publicidade

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões

Título: Os Lusíadas

Autor: Luís Vaz de Camões

Categoria: Literatura

Idioma: Português

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões


Os Lusíadas - Resumo


Poema épico renascentista de Luís Vaz de Camões, Os Lusíadas, cuja primeira edição data de 1572. Longa extensão, história, mito, heroísmo, personagens divinos e humanos, feitos e conquistas que levam à exaltação patriótica, referências clássicas, entre muitos outros elementos.

A obra divide-se em dez partes, às quais se chama cantos.

  • Cada canto tem um número variável de estrofes (em média de 110).
  • O canto mais longo é o X, com 156 estrofes.
  • As estrofes são oitavas, portanto constituídas por oito versos.
  • Cada verso é constituído por dez sílabas métricas; na sua maioria, os versos são heróicos

Tem por herói coletivo o povo português e por assunto, fio condutor da narrativa, a viagem de Vasco da Gama às Índias (1497-1499).


A ação histórica- a viagem de Vasco da Gama, onde são também apresentados fatos importantes da história de Portugal;




A ação mitológica- a luta entre Vênus (protetora dos portugueses) e Baco (adversário desses navegantes)

Tudo sobre Os Lusíadas e seus Personagens foram vastamente comentados na literatura.

Durante a narrativa desenvolve-se uma trajetória floreada com seres mitológicos, descrições paisagísticas, riqueza informativa e a visão de um povo português heróico e destemido.


Caderno de Educação

Confira:

👉 Curso de Psicoterapia


Compartilhe Compartilhe Compartilhe
Compartilhe em sua s Redes Sociais!


Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo e proporcionar a troca de material e experiências com os usuários. Todas as matérias publicadas são informativas ou sugestivas e não devem ser utilizadas em substituição a informação especializada de um profissional habilitado.

Postagens Sugeridas, Relacionadas e Anúncios

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.
 
Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade | LexiWiki

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.