Publicidade

Exercícios de História sobre a escravidão no Brasil

1. (FEPESE) Leia com atenção o texto abaixo:
A Lei..............................foi aprovada durante o Ministério do Barão de Cotegipe, em 1885, projeto de autoria de José Antônio Saraiva. Ela estabelecia que seriam considerados livres os escravos que atingissema idade de anos. Foi uma medida apoiada até por conhecidos escravocratas, mas representou uma medida protelatória, visando retardar a abolição. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.
a. Áurea • 69
b. Da Abolição • 60
c. do Ventre Livre • 18
d. Eusébio de Queiroz • 21
e. do Sexagenário • 60

2.(FEPESE)  Com relação à resistência dos africanos e seus descendentes escravos no Brasil, é correto afirmar:
a. ( ) Entre os líderes quilombolas destacaram-se Ganga-Zumba e Zumbi dos Palmares.
b. ( ) O número diminuto de escravos em Santa Catarina impediu a organização de quilombos.
c. ( ) O movimento Dia da Consciência Negra no Brasil foi decisivo para a assinatura da Lei Áurea.
d. ( ) Os quilombos eram espaços que reuniam escravos fugitivos voltados para o seu comércio.
e. ( ) A iconografia produzida no Brasil no período escravocrata revela que os escravos eram tratados com brandura pelos senhores.

3. (FEPESE) Sobre a escravidão no Brasil, é correto afirmar:
a. ( ) Durante os séculos XVI e XVII, a legislação portuguesa permitia a escravização de povos africanos e dos povos indígenas do litoral brasileiro, sempre que houvesse necessidadede trabalhadores.
b. ( ) Denominava-se banzo o sentimento de melan-colia em relação à terra natal e de aversão àprivação da liberdade praticada contra a popu-lação negra no Brasil na época da escravidão.
c. ( ) Para os africanos transferidos para o Brasil permitia-se a conquista da liberdade atravésda conversão ao catolicismo, considerado religião verdadeira.
d. ( ) A legislação colonial autorizava a escravização dos povos indígenas reunidos nas Reduções organizadas pelos Jesuíticas espanhóis.
e. ( ) A escravidão no Brasil foi de ordem étnica, pois não existem documentos que compro-vem a presença de escravos que não fossem oriundos da África.


4. (FEPESE) O Padre Antônio Vieira dedicou um número signi-ficativo dos seus Sermões aos povos africanos, aos seusdescendentes escravizados no Brasil e a sua cultura.Nessas pregações encontra-se a tese filosófico-teo-lógica legitimadora da escravidão, isto é, os africanosforam escravizadores porque:
a. A cor da pele era um castigo divino indicativode escravização.
b. Não aceitaram a conversão ao Catolicismo.
c. Deus os elegeu com força superior para o tra-balho físico.
d. Foram dominados por etnias superiores.
e. Sua redenção exigia uma correção pedagógicasevera.

5.(FEPESE)  Identifique abaixo as afirmativas verdadeiras ( V )
e as falsas ( F ) acerca das formas de os mercadores
obterem escravos e transferi-los para o Brasil.
( ) Raptar em aldeias e vilas.
( ) Convencer com promessas de empregos.
( ) Punir por roubo ou assassinato.
( ) Adquirir como prisioneiros de grupos rivais.
( ) Adquirir de mercadores e chefes tribais.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência cor-
reta, de cima para baixo.
a. V • V • F • V • F
b. V • F • V • V • V
c. V • F • V • F • V
d. V • F • F • V • F
e. F • V • V • F • V

6. (FEPESE) Assinale a alternativa que apresenta correta-mente as principais regiões da África das quais eramtransferidos escravos para o Brasil.
a. Eritreia, Egito e Chade
b. Congo, Botsuana e Moçambique
c. Burundi, Cabo Verde e Moçambique
d. Gambia, Camarões e Benin
e. Guiné, Angola e Congo

7 - (UFPR) Leia o texto abaixo:
[...] O quilombo aparecia onde quer que a escravidão surgisse. Não era simples manifestação tópica. Muitas vezes, surpreende pela capacidade de organização, pela resistência que oferece; destruído parcialmente dezenas de vezes e novamente aparecendo, em outros locais, plantando a sua roça, constituindo suas casas, reorganizando a sua vida social e estabelecendo novos sistemas de defesa. O quilombo não foi, portanto, apenas um fenômeno esporádico. Constituía-se em fato normal dentro da sociedade escravista. Era reação organizada de combate a uma forma de trabalho contra a qual se voltava o próprio sujeito que a sustentava.
(MOURA, Clóvis. Rebeliões da Senzala. Editora Conquista, Rio de Janeiro, 1972, p. 87.)
A respeito da história dos quilombos no Brasil, considere as seguintes afirmativas:
1. Foi uma forma de organização dos escravos libertos, que não encontraram lugar na sociedade brasileira pós-abolição.
2. O quilombo marcou sua presença durante todo o período escravista, existindo praticamente em toda a extensão do território nacional.
3. Sua estrutura social respondia a uma lógica particularmente militar, que visava desestabilizar a estrutura social dos senhores de escravos.
4. A quilombolagem se constituiu na unidade básica de resistência, fruto das contradições estruturais do sistema escravista, e sua dinâmica refletia a negação desse sistema.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras


8 - (UFPR) Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil, Pedro 2º, assinou a Lei Áurea, decretando a abolição […]. A decisão veio após mais de três séculos de escravidão, que resultaram em 4,9 milhões de africanos traficados para o Brasil, sendo que mais de 600 mil morreram no caminho.
(Amanda Rossi e Camilla Costa, postado em 13 de maio de 2018 – BBC Brasil em São Paulo. Disponível em: https://www.bbc.com/
portuguese/brasil-44091469. Acesso em 25 de junho de 2019.)
De acordo com o trecho acima, considere as seguintes afirmativas:
1. A chamada “Lei Áurea”, assinada pela princesa Isabel, não pode ser vista como uma concessão da monarquia, sendo resultado de um longo processo de luta e resistência que contou com a presença ativa de escravizados e escravizadas para sua libertação do cativeiro.
2. No período imediato que sucedeu à abolição, os libertos puderam contar com medidas de apoio na forma de distribuição de pequenos lotes de terra, tal como aconteceu nos Estados Unidos após a Guerra Civil, com a chamada “Reconstrução”.
3. Escravizados e escravizadas receberam apoio de muitos setores da sociedade da época ligados ao movimento abolicionista, sendo Luís Gama, filho de escrava e advogado autodidata, um dos personagens mais célebres e atuantes, empenhando-se na libertação de centenas de cativos e cativas.
4. Os segmentos da sociedade adeptos do regime escravista defendiam a “emancipação gradual” e nutriam o profundo receio de que a abolição imediata da escravidão trouxesse desorganização econômica e provocasse o caos social.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa 3 é verdadeira.
b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.
e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras

9 - (UFPR) A mão de obra utilizada nas plantations que se estabeleceram nas colônias europeias na América era formada
majoritariamente por escravos trazidos da África e seus descendentes. Sobre os processos de independência na
América e sua relação com a escravidão de africanos e afrodescendentes, assinale a alternativa correta.
a) A libertação dos escravos na América do Norte foi o principal motivador da Independência das Treze Colônias inglesas.
b) Os escravos e os negros e mestiços livres haitianos armaram-se para a luta e tiveram papel fundamental nos levantes contra as autoridades francesas que culminaram na Independência do Haiti e na abolição da escravidão nesse território.
c) As palavras Liberdade, Igualdade, Fraternidade, tornadas lema da Revolução Francesa, foram estendidas às suas colônias e concretizadas quando o governo revolucionário da França aboliu simultaneamente a escravidão em todos os
seus territórios na América, desencadeando as guerras de independência.
d) Somente Colômbia, Venezuela e Equador levaram a cabo a abolição da escravidão durante seus processos de independência.
e) O Haiti e as Treze Colônias inglesas declararam sua independência das metrópoles, respectivamente França e Inglaterra, proibindo o tráfico de escravos nas últimas décadas do século XVIII

10 - (UFPR) Se, durante décadas, o dia 13 de maio foi comemorado como a data da abolição da escravidão, recentemente o dia 20 de novembro foi instituído no Brasil como o Dia da Consciência Negra. Sobre os sentidos dessas duas datas, identifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmativas:
( ) O 13 de maio simboliza uma libertação conquistada pelos escravos e pelos abolicionistas junto ao Império, que instituiu políticas de reparação aos ex-escravos e aos seus descendentes.
( ) O 20 de novembro tem se firmado como uma data que relembra a resistência escrava, pois a abolição da escravidão não ocorreu sem a luta de parte dos escravos, seja de forma coletiva organizada (quilombos), seja de forma individual (suicídio, fuga, abandono do trabalho).
( ) O 13 de maio foi resultado tanto da resistência dos escravos quanto da atuação dos abolicionistas, porém a abolição da escravidão foi um processo lento que seguiu a situação e as vontades política e econômica das elites.
( ) A razão pela demora em se estabelecer o 20 de novembro como uma data comemorativa deveu-se à escassez de indícios que confirmassem a luta política dos abolicionistas, visto que Rui Barbosa, então ministro da Fazenda do
início da República, incinerou os documentos que comprovavam essas ações.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
a) F – V – F – V.
b) F – F – V – V.
c) F – V – V – F.
d) V – F – V – V.
e) V – V – F – F

Gabarito

  1. E
  2. A
  3. B
  4. B
  5. B
  6. E
  7. C
  8. D
  9. B
  10. C


Exercícios de História para o Ensino Fundamental sobre exercícios sobre a escravidão no Brasil

1. (Florianópolis 2012) O tráfico negreiro foi responsável pela introdução de milhões de africanos trazidos em condições precárias nos navios negreiros ao território brasileiro durante o período da escravidão.
Tratava-se de um negócio complexo e lucrativo que envolvia o comércio local na costa africana com portos localizados ao longo da costa brasileira.
Dentre os locais onde eram realizados o comércio de escravos na África destacam-se:
a. ( ) Mina, Sudão e Camarões.
b. ( ) Guiné, África do Sul, Líbia.
c. ( X ) Angola, Congo e Benguela.
d. ( ) São Tomé, Tunísia e Marrocos.
e. ( ) Madagascar, Egito e Cabo Verde.

2. (Florianópolis 2010) Com relação à mão-de-obra utilizada com maior frequência pelos portugueses durante a colonização
do Brasil, é correto afirmar que foi:
a. ( ) A servidão voluntária dos povos indígenas.
b. ( X ) A de escravos africanos e de índios de corda.
c. ( ) A de indígenas aldeados e escravos alforriados.
d. ( ) A escravidão de africanos e de indígenas assalariados.
e. ( ) A assalariada e a parceria com africanos libertos.


2. (Florianópolis 2010)  Sobre o sistema escravista no Brasil, é correto afirmar:
a. ( ) A escravização dos indígenas foi completamente abandonada com a adoção da escravidão negra.
b. ( ) A alta produtividade dos escravos transferidos da África provocou o desaparecimento do trabalho assalariado.
c. ( X ) O tráfico de escravos reduzia foi essencial à montagem do latifúndio exportador no Brasil colônia.
d. ( ) Os altos custos da escravidão no Brasil levaram os senhores a incentivar a natalidade entre os africanos.
e. ( ) A legislação escravista metropolitana dava o mesmo tratamento aos povos indígenas e africanos.


3. (São José 2015) Assinale a alternativa que indica a estratégia portuguesa, utilizada no continente africano, para a obtenção de escravos.
a. ( ) Desenvolver o comércio com a Senegâmbia
onde havia muitos africanos empobrecidos.
b. ( ) Montar expedições ao Magreb em busca de escravos árabes.
c. ( ) Dominar os chefes locais e tomar os seus escravos.
d. ( X ) Fomentar os conflitos entre os povos africanos para a escravização dos prisioneiros de guerra.
e. ( ) Obter a cooperação dos escravos dos mercadores locais para que lutassem contra os seus senhores e aceitassem o domínio português.


4.  (Florianópolis 2010)Assinale a alternativa correta sobre uma das teses de Gilberto Freyre registrada em Casa Grande & Senzala, relacionada com a escravidão negra no Brasil.
a. ( X ) A cultura negra influenciou, entre outros aspectos, a economia, a miscigenação, o vocabulário, a culinária, a psicologia e se tornou um dos alicerces da sociedade brasileira.
b. ( ) Mesmo tendo sido decisivas na formação étnica da população brasileira, as influências da cultura negra foram nocivas do ponto de vista moral, pois são responsáveis pela sensualidade das mulheres e pela libertinagem masculina.
c. ( ) Os portugueses não estavam habilitados para a realização da epopeia da colonização e fracassaram, pois perderam territórios para os holandeses e franceses.
d. ( ) As influências das culturas negras e indígenas deram origem a uma raça miscigenada e heróis de pouca expressão mundial como Zumbi, Sepé Tiaraju e Floriano Peixoto, prejudicando a imagem do país no exterior.
e. ( ) O excesso de miscigenação ocorrido no Brasil deu origem ao povo brasileiro, que é um misto de europeu, americano e africano, fenômeno que impede a definição de uma identidade.


5. (Camboriú 2015) Analise as afirmativas abaixo.
1. A palavra quilombo (kilombo) é de origem africana e significa acampamento ou fortaleza.
2. Chamamos de quilombos as comunidades originalmente formadas por escravos fugitivos.
3. Nos quilombos os antigos escravos se organizavam de forma econômica, política, religiosa, social e militar.
4. O quilombo brasileiro mais conhecido é o “Quilombo de Palmares”, no atual Estado de Alagoas.
5. O Quilombo de Palmares foi, depois de um século de resistência, destruído por bandeirantes e seu líder Zumbi, morto e decapitado.
Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
a. ( ) São corretas apenas as afirmativas 3 e 4.
b. ( ) São corretas apenas as afirmativas 4 e 5.
c. ( ) São corretas apenas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.
d. ( ) Estão certas somente as afirmativas 1, 3, 4 e 5.
e. ( X ) Estão certas as afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5.

Exercícios de História para o Ensino Fundamental sobre exercícios sobre a escravidão no Brasil


6. (Florianópolis 2015)  Entre os autores que se destacam na análise das influências dos escravos africanos na cultura brasileira destaca-se Gilberto Freyre, que dedicou especial atenção aos capítulos que denominou “o escravo negro na vida sexual e da família do brasileiro”.
Assinale a alternativa correta sobre a obra escrita pelo autor mencionado durante a escravidão no Brasil.
a. ( ) Raízes do Brasil
b. ( X ) Casa Grande & Senzala
c. ( ) Sobrados e Mucambos
d. ( ) Parceiros do Rio Bonito


Caderno de Educação

Confira:

👉 Curso de Psicoterapia


Compartilhe Compartilhe Compartilhe
Compartilhe em sua s Redes Sociais!


Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo e proporcionar a troca de material e experiências com os usuários. Todas as matérias publicadas são informativas ou sugestivas e não devem ser utilizadas em substituição a informação especializada de um profissional habilitado.

Postagens Sugeridas, Relacionadas e Anúncios

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.
 
Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade | LexiWiki

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.