Publicidade

A Companhia das Índias Orientais Karl Marx

Título:    A Companhia das Índias Orientais: sua história e as consequências de sua atividade
A Companhia das Índias Orientais Karl Marx
Autor:    Karl Marx  

Categoria:    Ciência Política

Idioma:    Português



A Companhia das Índias Orientais Karl Marx



... ....
Fragmento

Os debates sobre a moção de lorde Stanley visando protelar a adoção de medidas legislativas sobre a Índia
foram reapresentadas nesta noite. Pela primeira vez desde 1783, a questão indiana torna-se uma questão
ministerial na Inglaterra. Porque disso?
As verdadeiras origens da Companhia das Índias Orientais não remontam a uma época anterior ao ano de
1702, em que diferentes sociedades, aspirantes ao monopólio do comércio com essa parte do mundo,
fundiram-se em uma única companhia. Até então, a existência mesma da originária Companhia das índias Orientais viu-se em perigo em várias oportunidades: ela foi suspensa durante anos sob o protetorado de Cromwell e uma outra vez ameaçada de dissolução total pela intervenção do Parlamento sob o reino de
Guilhrme III. Foi portanto sob a ascensão deste príncipe holandês, no tempo em que os whigs tornaram-se os fazendeiros do Império Britânico, em que o Banco da Inglaterra nasceu, em que o sistema protecionista foi firmemente enraizado na Inglaterra e o equilíbrio europeu definitivamente estabelecido, que a existência da Companhia das Índias Orientais foi reconhecida pelo Parlamento. Esta era de aparente liberdade foi em realidade a era dos monopólios, não criados pelas patentes reais como no tempo de
Elisabeth e de Charles I, mas autorizados e reconhecidos como de interesse nacional pelo Parlamento.
Esta época da história da Inglaterra apresenta de fato uma extrema semelhança com a época de LouisPhilippe na França, com a velha aristocracia proprietária de terras derrotada e a burguesia incapaz de tomar seu lugar a não ser sob a bandeira da plutocracia, dito de outra forma, da "haute finance".
A Companhia das Índias Orientais excluia o povo comum do tráfico com a Índia, ao mesmo tempo que a Câmara dos Comuns o excluia da representação parlamentar. Nesse caso, como em muitos outros, vimos a primeira vitória decisiva da bourgeoisie sobre a aristocracia feodal sendo acompanhada da mais pronunciada reação contra o povo, fenômeno que conduziu mais de um escritor popular, como Cobbett, a procurar a liberdade do povo mais no passado do que no devir


>> Coleção Clássicos da Literatura Internacional

1 - Odisséia Homero   
2 - Hamlet William Shakespeare
3 - Viagens de Gulliver Jonathan Swift
4 - Macbeth William Shakespeare
5 - Iliada Homero
6 - A Princesa de Babilônia François-Marie Arouet (Voltaire)
7 - A Divina Comédia Dante Alighieri 
8 - O Mercador de Veneza William Shakespeare
9 - Don Quixote. Vol. 1 e 2 Miguel de Cervantes Saavedra
10 - Édipo-Rei Sófocles


Caderno de Educação

Confira:

👉 Curso de Psicoterapia


Compartilhe Compartilhe Compartilhe
Compartilhe em sua s Redes Sociais!


Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo e proporcionar a troca de material e experiências com os usuários. Todas as matérias publicadas são informativas ou sugestivas e não devem ser utilizadas em substituição a informação especializada de um profissional habilitado.

Postagens Sugeridas, Relacionadas e Anúncios

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.

 
Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

voltar