Publicidade

A Ama-Seca Artur Azevedo

A Ama-Seca Artur AzevedoTítulo:    A Ama-Seca

Autor:    Artur Azevedo  

Categoria:    Literatura

Idioma:    Português




Ler Online

A Ama-Seca Artur Azevedo


Artur Azevedo, nascido em São Luiz doMaranhão, no ano de 1855, era dotado de um espírito crítico inclinado à valorizaçãodo popular. Como jornalista e revistógrafo, retratou nos palcos e jornais assensibilidades de uma época, traduzindo ao público os limites, as modificações eas ambiguidades de toda uma sociedade. 

Artur Nabantino Gonçalves de Azevedo (São Luís, 7 de julho de 1855 — Rio de Janeiro, 22 de outubro de 1908)[1] foi um dramaturgo, poeta, contista, prosador, comediógrafo, crítico e jornalista brasileiro.[2] Ao lado de seu irmão, o escritor Aluísio Azevedo, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Wikipedia


Fragmento

Artur Azevedo

O Romualdo, marido de D. Eufêmia, era um rapaz sério, lá isso era, e tão
incapaz de cometer a mais leve infidelidade conjugal como de roubar o sino de
São Francisco de Paula; mas - vejam como o diabo as arma! Um dia D.
Eufêmia foi chamada, a toda a pressa, a Juiz de Fora, para ver o pai que
estava gravemente enfermo, e como o Romualdo não podia naquela ocasião
deixar a casa comercial de que era guarda-livros (estavam a dar balanço),
resignou-se a ver partir a senhora acompanhada pelos três meninos, o Zeca, o
Cazuza, o Bibi, e a ama-seca deste último, que era ainda de colo.

Foi a primeira vez que o Romualdo se separou da família. Custou-lhe muito,
coitado, e mais lhe custou quando, ao cabo de uma semana, D. Eufêmia lhe
escreveu, dizendo que o velho estava livre de perigo, mas a convalescença
seria longa, e o seu dever de filha era ficar junto dele um mês pelo menos.

>> 10+ Clássicos da Literatura Brasileira que os usuários estão lendo!

1 - A Moreninha Joaquim Manuel de Macedo 
2 - Os Lusíadas Luís Vaz de Camões
3 - Amor de Perdição Camilo Castelo Branco
4 - O Navio Negreiro Antônio Frederico de Castro Alves
5 - Os Sertões Euclides da Cunha
6 - Memórias Póstumas de Brás Cubas Machado de Assis
7 - A Viuvinha José de Alencar
8 - O Guarani José de Alencar
9 - Iracema José de Alencar
10 - Canção do Exílio Antônio Gonçalves Dias 


Caderno de Educação

Confira:

👉 Curso de Psicoterapia


Compartilhe Compartilhe Compartilhe
Compartilhe em sua s Redes Sociais!


Sobre:
O Blog Caderno de Educação visa compartilhar conteúdo e proporcionar a troca de material e experiências com os usuários. Todas as matérias publicadas são informativas ou sugestivas e não devem ser utilizadas em substituição a informação especializada de um profissional habilitado.

Postagens Sugeridas, Relacionadas e Anúncios

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.

 
Sobre | Termos de Uso | Política de Cookies | Política de Privacidade

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

voltar